Destaques Notícias

Canadá tem programa de imigração agroalimentar

Em julho de 2019, o governo federal canadense lançou o programa piloto de imigração agroalimentar para combater a escassez de mão-de-obra no setor agrícola.

O programa de três anos é o primeiro fluxo de imigração específico do setor lançado pela Imigração, Refugiados e Cidadania do Canadá (Immigration, Refugees and Citizenship Canada). O programa permitirá no máximo 2.750 candidatos, além de seus familiares, apresentar candidaturas a cada ano. A escassez de mão-de-obra na indústria agrícola do Canadá poderá aumentar para 114 mil em 2025.

Indústria agrícola canadense em números:

  • A agricultura e o processamento contribuem com US$100 bilhões e quase 7% para o PIB do Canadá.
  • A agricultura alimenta 37 milhões de canadenses.
  • Diferença atual da força de trabalho: 60 mil trabalhadores.
  • Intervalo projetado para 2025: 114 mil trabalhadores.
  • A taxa de vacância de 7% custa US$ 1,5 bilhão em vendas perdidas.
  • US$ 25 por hora para dirigir uma colheitadeira em Saskatchewan.
  • Os trabalhadores sazonais representam 53% da força de trabalho agrícola.
  • Trabalhadores internacionais representam 12% da força de trabalho agrícola. As vagas disponíveis são de: pecuarista especializado em processamento de carne, produção de cogumelos durante todo o ano, produção de estufa ou criação de gado; açougueiro de varejo e industrial.

Além de trabalhar como funcionário, há oportunidade de comprar fazendas no Canadá. Ou seja, ser um investidor em terras canadenses.

Caso tenha interesse no tema, o consultor de imigração, Ed Santos, pode dar mais informações sobre como funciona o processo que o governo canadense oferece aos imigrantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *