Destaques Negócios

Pinhalense entra no mercado do tratamento industrial de sementes

A Pinhalense Máquinas Agrícolas está adentrando em mais um mercado promissor do agronegócio brasileiro. Líder mundial em tecnologia para processamento de sementes e café, a tradicional fabricante passa a fornecer maquinário à indústria que produz sementes incrustadas para pecuaristas, mercado ainda pouco explorado no Brasil.

 

A Revestidora de Sementes Pinhalense promove um revestimento uniforme de forma totalmente automatizada e compacta, podendo ser integrada ao sistema de secagem e calibragem em fluxo, o que garante a uniformidade e a qualidade às sementes revestidas. O operador ajusta todos os parâmetros e valores necessários no display Touch Screen, como as dosagens dos produtos que compõem o material de revestimento, de acordo com a fórmula estabelecida pelo cliente.

 

De acordo com o presidente da Pinhalense, Reymar Coutinho de Andrade, “a Revestidora de Sementes é uma excelente opção para um mercado carente em equipamentos com qualidade e tecnologia. Sua fácil operação pelo nosso software possibilita o emprego de diferentes receitas para cada tipo de semente, com um simples toque. Os clientes que adotaram nossa tecnologia já colhem frutos pela qualidade do encrustamento aumentando sua participação no mercado.”

 

A incrustação é um processo que reveste a semente, o que deixa sua superfície mais lisa e uniforme, aumentando seu tamanho sem alterar seu formato. Antes de receber o revestimento, são retiradas as impurezas da semente, o que é determinado por lei. Logo depois as sementes são lixadas, passam por um tratamento com fungicidas e por fim são revestidas com material composto por colante mais macro e micronutrientes.

 

Entre as vantagens da incrustação das sementes, estão alta pureza física, ausência de contaminantes e de sementes imaturas, além da geminação dentro do revestimento. O processo, além de atender à legislação vigente para a segurança alimentar na pecuária, agrega valor ao produto, maximizando a qualidade e a eficiência do plantio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *