Direto da Redação Política

ABRA e Sincobesp apresentam demandas

A ministra Tereza Cristina  recebeu representantes do setor de reciclagem animal. Estavam presentes diretores da Associação Brasileira de Reciclagem Animal (ABRA), do Sindicato Nacional dos Coletores e Beneficiadores de Subprodutos de Origem Animal (Sincobesp) e de empresas de todos os estados do país. O setor, que exportou mais de 100 milhões de dólares em produtos no ano passado, apresentou à ministra um panorama do segmento e uma série de reivindicações, entre elas a revisão da instrução normativa número 34, de 2008, que estabelece o marco regulatório da reciclagem animal. Para os dirigentes, a legislação está ultrapassada e provoca distorções de interpretação.

O setor ainda solicitou ao ministério a abertura de novos mercados para exportação de seus produtos. Hoje, países como Vietnã e Bangladesh já são atendidos pelo mercado brasileiro, assim como Chile, Estados Unidos, África do Sul e outros. Mas o setor quer ampliar sua presença no mercado exterior, principalmente no continente asiático, além de acabar com as restrições para a entrada da farinha de ruminantes em alguns países. Temas como a esterilização de farinhas e o registro técnico dos produtos do setor também foram mencionados pelos empresários.

A ministra convidou os representantes do setor a acompanhá-la em missão que fará à China e disse que vai pedir à equipe do ministério para estudar as demandas apresentadas. Tereza Cristina afirmou que espera diminuir um pouco a burocracia enfrentada pelo setor produtivo, de forma a facilitar a vida do empresariado.

A presidência do Conselho Diretivo da ABRA, foi representada pelo empresário Pedro Bittar (Reciclagem). Conforme avaliação de Bittar, a reunião foi uma demonstração de união e fortalecimento do setor. “A cada dia estamos dando passos importantes mostrando para o Ministério e para a sociedade a relevância da reciclagem animal para a economia e sustentabilidade ambiental do país”.

No mesmo sentido, o presidente Executivo da ABRA, Decio Coutinho, afirmou que o encontro foi muito produtivo. “A presença de 26 grupos empresariais que representam mais de 120 indústrias demonstrou à ministra o real peso do setor. Foi uma oportunidade para levar mais informações e dados sobre o que é a reciclagem animal aos gestores do Ministério. Tivemos uma boa receptividade. Agora, vamos continuar no acompanhamento das demandas apresentadas e esperamos que esse encontro se torne um dia histórico para o setor.”

Para o presidente do Sincobesp, Nelson Braido, tanto a sua entidade quanto a ABRA têm interesses em comum, sendo benéfico para o setor as ações em conjunto. “Nesta reunião demostramos que estamos falando a mesma língua, com objetivos em comum, o setor só tem a ganhar. Estamos juntos em benefício de todos”, acrescentou o Braido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *